Grupo Entreposto

Produtos Scania

Utilize a navegação ao lado para escolher um de nossos produtos.

Escolha um produto...

Notícias

23.07.2012

Scania P310 - Um verdadeiro 8X2 para levar mais carga

Com a chegada dos caminhões semipesados da Scania, a disputa nesse segmento tem tudo para ficar mais acirrada. São caminhões que se diferenciam nesse segmento por trazerem cabine e robustez com níveis muito parecidos aos de seus caminhões pesados
Imagem

Clique para ver mais.

A família de caminhões P da Scania tem tudo para estar entre os modelos mais populares da categoria de veículos semipesados. Trata-se de uma linha que começou a ser oferecida, em sé rie, um pouco mais de um ano, logo após o lançamento do modelo P 270 (quando ainda era produzido com motor diesel). Mas vale ressaltar que essa família sempre esteve na história da fabricante sueca, pois até 2010 fazia parte do portfólio com produção apenas sob encomenda.

Eis a razão de essa linha receber parte da genética dos caminhões pesados e talvez de praticamente 99% de suas vendas serem destinadas ao pequeno frotista ou autônomo. Indícios de êxito comercial. De 2011 até os cinco primeiros meses deste ano, a Scania já comercializou 685 unidades do P.

O mercado de semipesado é disputadíssimo no Brasil, praticamente todas as marcas oferecem mais de um produto para atender a tamanha demanda. Para se ter uma idéia, em 2011, esse foi o

segmento que mais cresceu entre todas as categorias de caminhões à venda no Brasil. Os veículos com PBT (Peso Bruto Total) igual ou acima de 15 toneladas registraram um aumento de 16,9% nos licenciamentos de 2011 na comparação com 2010. Em números reais, os semipesados chegaram a 58 500 unidades licenciadas em 2011, cerca de 8 450 unidades a mais em relação a 2010.

A família P semipesada é composta por nove versões: são o P 250 4x2,6x2 e 8x2, P 270 (único caminhão do Brasil em comercialização movido exclusivamente a etanol) 6x2,6x4 e 8x2 e o P 310 4x2,6x2 e 8x2. Todos podem ser equipados com cabine simples ou leito.

Transporte Mundial avaliou o P 310 8x2 por ser o único, entre os concorrentes, com essa configuração de fábrica. Vale ressaltar que outras fabricantes dispõem de caminhões 8x2, mas geralmente são veículos fabricados 6x2 e implementados com o 4o eixo por alguma empresa parceira, obviamente recebendo todo o controle de qualidade e as garantias como se tivessem sido produzidos em linha.

A Scania concebeu o P 8x2 ao perceber que alguns proprietários de caminhões 6x2 estavam adaptando o 4o eixo para obter mais capacidade de carga. No caso do 8x2 o PBT é de 29 000 quilos.

"A vantagem de ser implementado de fábrica é a garantia de possuir um produto que não sofreu nenhuma interferência e que tem 100% de peças originais de fábrica", salienta César Gallagi, engenheiro de vendas da Scania Latin America.

Aversão 8x2 do Scania passou a ser produzida este ano, junto com a nova motorização de 9,3 litros para atender à norma de emissões de poluentes, a P7, equivalente à Euro 5. O motor que utiliza tecnologia SCR (sigla em inglês para Redução Catalítica Seletiva), em que há a necessidade da adição de uréia, tem a missão de reduzir os níveis de gases poluentes.

Com a chegada da nova plataforma de motores, a fabricante sueca passou a trabalhar com duas novas unidades de 9,3 litros com maior diâmetro e potências de 250 cv e 310 cv. Esses propulsores substituem os motores de 5 cilindros em Unha de 8,9 litros. No P 310, a potência de 310 cv e o torque de 158,1 mkgf permanecem os mesmos da geração Euro 3, porém, atualizados para atender à norma. Outra vantagem do P 310 8x2 em relação a seus concorrentes é sua maior potência e maior torque. É um caminhão que pode ser utilizado tanto no segmento rodoviário como fora de estrada, atendendo às mais diversas atividades do transporte, como carga seca no transporte de frutas e verduras, linha branca, móveis, carga frigorífica e tanque no transporte de produtos perigosos, por exemplo.

O caminhão é equipado com suspensão automática traseira de série, o que garante a preservação da carga e do implemento. A vantagem para o motorista é poder regulá-la de acordo com a altura de uma doca, por exemplo, o que facilita o carregamento ou o descarregamento de mercadorias. A suspensão pneumática permite, ainda, que o motorista faça, por meio do computador de bordo, a leitura da quantidade de peso que está sendo transportada no eixo traseiro.

O caminhão, que de série é equipado com câmbio mecânico de 8 marchas, supermaáo e de fácil troca, pode ser montado, opcionalmente, com o opticruise, câmbio baseado em uma caixa padrão completamente manual, o que facilita a manutenção e a reposição de peças. Ele é oferecido totalmente automatizado, com ou sem pedal de embreagem, dependendo da operação em que o veículo será utilizado. Com essa opção, o Scania semipesado

P é o único de seu segmento a oferecer transmissão automatizada mesmo opcional. Segundo Gallagi, essa versão encarece o veículo em R$ 10 000.

O P 310 8x2 ainda possui um entre-eixo de 6 300 mm, tornando-o uma vantagem operacional ao transportador que tem uma maior plataforma de carga, podendo equipar o caminhão com um implemento maior. Na prática isso é vantajoso para quem opera com cargas volumosas.

A bordo do Scania, o motorista depara com a mesma cabine dos irmãos maiores G e R, a não ser pelo túnel do motor, mais avantajado. Nossa viagem foi realizada no veículo com cabine leito, que tem o teto mais alto em relação ao modelo com cabine simples. Chama a atenção o painel, curvo e cheio de detalhes que rendem em uma viagem mais produtiva,. Há ar-condicionado, um opcional, e rádio com CD mp3 de série. Além disso, o computador de bordo é digital e completo, o que permite ao motorista visualizar qualquer função pelo joystick localizado ao lado do volante.

O banco possui suspensão pneumática, assim como a cabine, que conta com 4 pontos de amortecimento. Na estrada, percebe-se que a suspensão faz a diferença, pois deixa a viagem mais confortável para o motorista e para o acompanhante. Aliás, o espaço para duas pessoas é mais limitado no caminhão se comparado ao R. Mesmo assim, é possível viajar em dois numa cabine P, porque o conforto a bordo não se diferencia em nada. Os bancos são bem ergonômicos, e em nossa viagem de 242 quilômetros não me senti desconfortável em nenhum momento.

Nascido para ser produtivo

Ao pilotar a máquina, deparei com um caminhão de fácil manobrabilidade, com trocas de marchas precisas e um motor que responde rapidamente às solicitações do acelerador. Na descida da serra pela Anchieta, a 35 km/h em 4a marcha, a rotação manteve-se a 1 800 rpm, um pouco superior -já que sua faixa de rotação adequada deve ser entre 1 100 e 1 400 rpm. Nessa faixa o caminhão, que estava com o freio-motor convencional acionado, segurou muito bem, sem a intervenção do pé no freio. Rogério Matheus, instrutor da Scania, ainda deu uma dica: "Adequando a velocidade à marcha e ao torque, numa descida, o motorista só terá de colocar o pé no freio se o trânsito parar por completo". E foi assim durante toda essa primeira etapa.

Ao nível do mar, a 80 km/h em 8a marcha, a rotação era de 1 300 rpm e, no computador de bordo, o consumo instantâneo indicava que o caminhão consumia entre 4,3 km/l e 5,2 km/l. Foi então que pedi a Matheus que trocasse de marcha, reduzis-se a velocidade para 60 km/h e mudasse para uma 7a marcha. Eu me surpreendi, porque o consumo não caiu muito, mesmo na retomada: entre 3,9 km/l e 4,1 km/l. Na subida pela rodovia dos Imigrantes o caminhão, mesmo não sendo muito amigável no consumo instantâneo como mostrou-se ao nível do mar, em 5a a 40 km/h, entre 1 450 e 1 500 rpm, fazia entre 1,1 km/l e 1,2 km/l. Mais próximo ao planalto paulista, o resultado foi diferente: a subida não era tão inclinada e, reduzindo o torque, o caminhão chegou a 3,0 km/l no computador de bordo.

Depois dessa experiência posso afirmar que a força do caminhão foi o que mais me surpreendeu. Transportando 26 860 quilos, quase sua totalidade, ele, no trecho mais abrupto da subida, em 5a alcançava 40 km/h, chegando a 45 km/h tranqüilamente. Com todos esses atributos e o preço, convidativo se comparado a dos concorrentes, o Scania P 310 8x2 se posiciona como um adversário difícil de derrubar.

A concorrência

Os semipesados oferecidos ou que poderiam ser montados, mesmo que à parte, com um 4o eixo são Constellation 24-280, Ford Cargo 2429, o Volvo VM 270, Iveco Tector 240E28, International DuraStar 260 e Mercedes-Benz Atego 2426 ou 2429. 0 modelo da MAN Latin America, originalmente, possui tração 6x2, mas com a mudança, feita por intermédio da BMB -, empresa responsável pelas modificações mais específicas da montadora o caminhão ganha PBT de 291 Montado sob o conceito de produção do Consórcio Modular da MAN, o caminhão conta com a garantia de fábrica. 0 mesmo procede com a Iveco, porém, em vez de parceiros, ela possui uma linha exclusiva para a produção de caminhões especiais. Modelos como o Tector 240E28 8x2 são produzidos mediante encomenda. Para facilitar na hora da manutenção, o produto já sai com um certificado de garantia especial emitido pelo setor de pós-venda. Em caso de venda especial, a Ford trabalha com o cliente para escolher um fornecedor. A fabricante conta com um centro instalado em uma área de 6 240 m2 na planta de São Bernardo do Campo (SP), denominado Mod Center, que customiza o que não é oferecido em linha, como 3o eixo, e algumas alterações extras solicitadas pelos clientes, porém, não a implementação do 4o eixo. E, pelo fato de a Ford não homologar projetos executados por implementadores, ela oferece, em seu site, o manual do implementador, com todas as regras que se deve seguir ao alterar um caminhão da marca. A Mercedesnão dispõe do Atego com a opção 8x2 e não dá garantias caso o cliente faça a alteração "por fora". Segundo a assessoria de imprensa, a fabricante está atenta às necessidades do mercado e, quando sentir que houver demanda, a possibilidade de montar essa configuração na fábrica ou com parceriais não está descartada. A International informou que não oferece a configuração 8x2 e a empresa não possui parceiros oficiais para esse tipo de adaptação.

A Volvo oferece apenas o 6x2, mas, se o cliente fizer questão do 4° eixo, a marca dispõe de dois kits para atedê-lo. 0 primeiro é o eixo completo e o segundo é eixo completo, mais os componentes necessários para a montagem, como mola e amortecedor, e todas as peças com garantias. No entanto, a montagem é realizada por terceiros.

A bordo do P

Os caminhões P, como o nome remete, são os menores da família de caminhões da Scania. Contudo, são os mais espaçosos e confortáveis da categoria. 0 único infortúnio é o túnel do motor, com 450 mm de altura e 290 mm de largura. Ele pode incomodar o motorista mais corpulento na hora de passar para a estação de descanso. Na hora do trabalho, a posição de motorista é confortável e ele tem um espaço de 300 mm para acomodar as pernas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Últimas Notícias

30.09.2013

O impasse é outro, mas as vítimas são os caminhoneiros

O impasse é entre os trabalhadores avulsos do Porto de Santos e os executivos da Empresa Brasileira de Terminais Portuários (Embraport), mas quem sente o reflexo de todos as decisões são os caminhoneiros.

30.09.2013

Especialista aponta negligência no setor de infraestrutura

Especialista em gestão pública, Raul Velloso avalia que a negligência dos governos em relação à elaboração de projetos de infraestrutura alcançou nível vexatório no Brasil.

30.09.2013

Novo P 310 e G 440 8×4 foram os destaques da Scania na Exposibram

A Scania reservou um estande de 260 metros quadrados para mostrar aos visitantes da Exposibram 2013 toda sua gama de veículos, os completos pacotes de serviços e as soluções de serviços financeiros para o mercado de caminhões fora de estrada.

09.07.2013

Scania inaugura Casa Alpha Imperatriz no Maranhão

Nova concessionária é das maiores da marca no País em termos de espaço; nova instalação oferece caminhões, chassis de ônibus e serviços.

Atendimento

Fale com a ALPHA Scania

(98)3214-1919

Lojas

Faça uma visita em uma loja ALPHA Scania.

São Luís (MA)

Av. Eng. Emiliano Macieira, 201
BR135, KM3,5 - Tibiri, CEP:65095-600
Fone: (98)3214-1919 Fax: (98)3214-1948

Imperatriz (MA)

BR 010, Rodovia Belém-Brasília
KM 1.553 - B. Coco Grande
Fone: (99)3529-9400 Fax: (99)3529-9400

Balsas (MA)

Av. Gov. Luiz Rocha, nº09
CEP:65800-000
Fone: (99)3542-9494 Fax: (99)3542-9495

Teresina (PI)

BR 316, KM 03, nº4.785
Lourival Parente, CEP:64076-410
Fone: (86)3220-6700 Fax: (86)3220-2922

Newsletter

Receba em seu e-mail novidades e promoções do Grupo Entreposto. Para isso, basta informar seu nome e e-mail nos campos abaixo.

Cadastro - Newsletter
© Grupo ENTREPOSTO Brasil. Todos os direitos reservados.